Logo dlztv oficial

BRASIL EMPATA COM A JAMAICA , É ELIMINADO E MARTA DA ADEUS ÀS COPAS DO MUNDO .

Na despedida de Marta de Copas, o Brasil é eliminado pela Jamaica depois de empatar em 0 a 0, nesta quarta-feira (2). A seleção precisava da vitória para garantir a vaga nas oitavas de final, mas não conseguiu passar pela forte zaga jamaicana.

Com o resultado, França, com sete pontos, e Jamaica, com cinco pontos, são as classificadas do grupo F. As jamaicanas chegam, pela primeira vez na história, ao mata-mata e com o feito de não ter sofrido nenhum gol.

Como foi o jogo?

O primeiro tempo se resumiu à pressão do Brasil na área de Rebecca Spencer. Marta, Debinha e Adriana arriscaram na pequena área nos primeiros 15 minutos, mas não houve chance clara de gol.

As duas finalizações com perigo foram de Tamires, que chegou pela esquerda aos 19 e 38 minutos. Porém, a bola parou nas mãos da goleira. Esses foram os primeiros chutes a gol da camisa 6 no Mundial.

A Jamaica chegou poucas vezes à área brasileira, e nenhuma delas com um perigo real. O primeiro ataque foi aos 15 minutos, com um cruzamento de Chantelle Swaby que passou por todo mundo e foi para a linha de fundo.

Shaw e Brow levaram a bola outras quatro vezes para o gol de Lelê, mas foram travadas. As jamaicanas buscaram manter o empate no primeiro tento, com um jogo defensivo — uma linha de seis zagueiras na pequena área — e laterais e tiros de meta cobrados sem pressa.

O objetivo foi atingido e a Jamaica foi para o intervalo com a classificação para as oitavas garantida no 0 a 0.

No segundo tempo, o Brasil voltou a pressionar, principalmente nos primeiros dez minutos, mas não conseguiu infiltrar a zaga jamaicana. Assim permaneceu até os 30 minutos de jogo, mesmo com três escanteios em favor da seleção brasileira.

A Jamaica avançou mais para a área do Brasil, em comparação com o primeiro tempo, mas não deu trabalho a Lelê. A chance mais clara foi da camisa 11, Shaw, aos 36 minutos, em um mano a mano com a goleira, mas o chute foi por cima do gol.

Brasil continuou tentando criar, mas teve de lidar com o recuo forte da Jamaica — com oito jogadoras na pequena área. Aos 45 minutos, Andressa Alves cobrou uma falta próximo à área, mas Spencer defendeu sem esforço.

Nos quatro minutos de acréscimo, a seleção brasileira tentou uma última vez com Debinha, depois de um escanteio, mas não conseguiu a vitória. A Jamaica consagra uma participação histórica na Copa de 2023 e, agora, espera os classificados do grupo H para saber quem é o próximo adversário (Colômbia, Alemanha e Marrocos).

Quem esteve em campo?

Vestiram a Amarelinha Lelê, Antônia (Geyse, 2T/35′), Kathellen, Rafaelle, Tamires, Adriana, Ary Borges (Bia Zaneratto, intervalo), Kerolin, Luana (Duda Sampaio, 2T/35′), Debinha e Marta (Andressa Alves, 2T/35′), sob o comando de Pia Sundhage.

Entraram em campo pela Jamaica Rebecca Spencer, Allyson Swaby, Chantelle Swaby, Vyan Sampson, Deneisha Blackwood, Drew Spence, Atlanta Primus, Cheyna Matthews (Tiffany Cameron, intervalo), Jody Brown (Solai Washington, 2T/40′), Khadija Shaw e Tiernny Wiltshire, sob o comando de Lorne Donaldson.

Fonte:Portal R7

restaurante e pesqueiro por do sol
Saque seu FGTS juliana Ribeiro
Sampaio tasso Porcelanataria
Coz Jeans
Solar Energy
Loja Baby Store Kids
Casa dos Vidros
Gráfica joia Dracena 2023
JR Diesel Bombas injetoras Dracena
Mais Notícias

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIA MUNDIAL DO SOLO

A criação desta data visa fazer todas as pessoas refletirem sobre o modo como tratam a terra, além de lembrar quais os diversos benefícios do solo para a vida. O solo é essencial para proporcionar

Leia mais »

EVANGELHO : (MATEUS 15,29-37):

Partindo dali, Jesus foi para as margens do mar da Galileia, subiu a montanha e sentou-se. Grandes multidões iam até ele, levando consigo coxos, aleijados, cegos, mudos, e muitos outros doentes. Eles os trouxeram aos

Leia mais »