Logo dlztv oficial

CORPO DE BOMBEIROS APAGOU 1.193 INCÊNDIOS EM VEGETAÇÃO EM 2023

A princípio, estes números refletem o atendimento em todas as Áreas Integradas de Segurança do Ceará. Como também, Estes números representam um aumento de 256% ao serem comparados com os sete primeiros meses do ano de 2022. O salto é de 465 para 1.193 incêndios em vegetação.

Em resumo, durante o ano de 2022, o CBMCE apagou 5.214 incêndios em vegetação em todo o território estadual. Em conclusão, o balanço de 2022 é menor do que os anos de 2021, 2020 e 2019, quando a corporação apagou, respectivamente, 6.751, 7.125 e 6.097 incêndios em vegetação.

Mais um incêndio em vegetação?

Primeiramente, por volta das 12h10 desse domingo (13), a 4ª Companhia do 1º Batalhão apagou um incêndio em vegetação na Rua Holanda, no bairro Maraponga, em Fortaleza. Nesse sentido, a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) acionou os bombeiros militares que apagaram o incêndio com cerca de 2000 litros de água. A solução rápida se deve à população que, ao ver o incêndio em sua fase inicial, informou a Ciops por meio do número 193. Esta, imediatamente, acionou os bombeiros.

De acordo com o 2º tenente Domingos Alves Evangelista Neto, “nossos bombeiros atuaram de forma ágil e eficiente no combate ao incêndio, evitando que as chamas se alastrassem e colocassem em risco a segurança da comunidade local. o tempo resposta e a quantidade de água utilizada demonstram esta efetividade”, enfatizou o comandante do socorro.

Prevenção

1. Não queime lixo ou resíduos a céu aberto: evite queimar qualquer tipo de material em áreas abertas, especialmente em terrenos baldios. A princípio, o fogo pode se alastrar rapidamente e causar incêndios de grandes proporções.

2. Como também, mantenha a vegetação próxima às residências limpa e organizada: realize a poda adequada de árvores e arbustos, removendo galhos secos e folhas acumuladas. Essa medida ajuda a evitar a propagação do fogo em caso de incêndios.

3. Informe imediatamente o Corpo de Bombeiros Militar em caso de focos de incêndio: se avistar qualquer foco de incêndio em vegetação, mesmo que aparentemente pequeno, entre em contato imediatamente com o Corpo de Bombeiros por meio do número de emergência 193. O acionamento rápido pode evitar que o fogo se alastre e cause danos maiores. A ligação é gratuita e o serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Focos de incêndio e a ação criminosa do ser humano

Ou seja, precisamos reduzir os impactos da ação humana nestes casos e atear fogo em vegetação é crime federal. No Brasil, o incêndio em vegetação é considerado um crime ambiental. A legislação brasileira estabelece penalidades para aqueles que provocam incêndios em áreas naturais de forma intencional ou negligente.

Assim, a principal lei que aborda essa questão é a Lei nº 9.605/1998, conhecida como Lei de Crimes Ambientais. De acordo com essa lei, no seu artigo 41, é crime “provocar incêndio em mata ou floresta” com as seguintes penalidades:

– Detenção de dois a quatro anos, e multa, quando o incêndio ocorre em área rural.
– Reclusão de dois a seis anos, e multa, quando o incêndio ocorre em área urbana.

Essas penalidades podem ser agravadas, caso o incêndio cause danos significativos à flora, à fauna ou a recursos hídricos, ou ainda se colocar em risco a saúde humana.

Por fim, além da Lei de Crimes Ambientais, existem outras legislações que podem ser aplicadas, como o Código Florestal (Lei nº 12.651/2012) e regulamentações estaduais e municipais, que também tratam do tema e estabelecem medidas de prevenção e combate a incêndios florestais.

Disque Denúncia

Toda vez que tiver informações que possam levar a polícia até os criminosos e prendê-los. Ligue 181.

Fonte: Portal Toca News

Saque seu FGTS juliana Ribeiro
Mais Notícias

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EVANGELHO : (LUCAS 24,35-48):

Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, e como o tinham reconhecido ao partir o pão. Ainda estavam falando, quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: «A paz

Leia mais »

EVANGELHO: (JOÃO 6,1-15):

Depois disso, Jesus foi para o outro lado do mar da Galiléia, ou seja, de Tiberíades. Uma grande multidão o seguia, vendo os sinais que ele fazia a favor dos doentes. Jesus subiu a montanha

Leia mais »