Logo dlztv oficial

CREATININA , TSH, ALT… O QUE OS EXAMES DE SANGUE MOSTRAM SOBRE AS FUNÇÕES DO ORGANISMO ?

É o mais básico dos exames de sangue. Ele avalia diversas partes e características do sangue, como eritrócitos, leucócitos, plaquetas, hemoglobina e hematócrito. Pode ser parte de um check-up ou diagnóstico de condições médicas. Resultados anormais podem indicar problemas como anemia, distúrbios autoimunes, infecções ou reações medicamentosas. No entanto, variações podem ser influenciadas por fatores como dieta, atividade e ciclo menstrual, e é importante discutir os resultados com um profissional de saúde para obter uma interpretação adequada, segundo o Manual MSD de Diagnóstico e Tratamento

Perfil lipídico

Mede os níveis de até cinco tipos de lipídios (gorduras), incluindo colesterol total, LDL (colesterol ruim), HDL (colesterol bom), VLDL e triglicerídeos. Resultados anormais no perfil lipídico podem indicar um maior risco de doenças cardiovasculares

Glicose

Os exames mais frequentes para medir os níveis de açúcar no sangue são os de glicemia em jejum e hemoglobina glicada. O primeiro ajuda a identificar como o corpo está processando o açúcar após um período sem ingestão de alimentos. O segundo reflete a média dos níveis de glicose no sangue nos últimos dois a três meses e pode revelar pré-diabetes ou diabetes

Função hepática

Os testes de função hepática são análises realizadas em amostras de sangue para avaliar os níveis de enzimas e outras substâncias produzidas pelo fígado. Os mais comuns são ALT (alanina aminotransferase) e AST (aspartato aminotransferase), que são indicadores da presença e da intensidade de inflamação no fígado, quando há alterações. A albumina e a bilirrubina permitem avaliar a capacidade do fígado de desempenhar suas funções normais, como a síntese de proteínas e a secreção de bile

Função renal

Esse teste vai avaliar as taxas de creatinina e ureia no sangue. Se houver um problema nos rins, a creatinina pode se acumular no sangue, e uma quantidade menor será liberada na urina. Se os níveis de creatinina no sangue e/ou na urina não estiverem normais, pode ser um sinal de doença renal. O mesmo ocorre com a ureia

Tireoide

Distúrbios da glândula tireoide são identificados por meio de três exames: TSH, T3 e T4 livre. O exame de TSH (hormônio estimulante da tireoide) é solicitado para avaliar a função da glândula tireoide e sua interação com a hipófise. O TSH regula a produção de hormônios tireoidianos T3 e T4. Quando a tireoide está com funcionamento abaixo do normal (hipotireoidismo), o TSH tende a aumentar para estimular a produção desses hormônios. Por outro lado, quando a tireoide está hiperativa (hipertireoidismo), há acúmulo de T3 e T4

Eletrólitos

O médico solicita separadamente dosagens de sódio 👎, cálcio (Ca) e potássio (K), que são eletrólitos fundamentais para o funcionamento adequado do nosso corpo. Alterações nesses exames podem ser causadas pelo uso de medicamentos, problemas cardíacos, renais ou hepáticos e também por problemas de hidratação (falta ou excesso de água)

Vitamina D

É cada vez mais comum que médicos requeiram um exame chamado vitamina D-25 hidroxi, que identifica se os níveis de vitamina D no sangue estão adequados. A deficiência é frequente principalmente em idosos e pode causar problemas ósseos e indisposição, entre outros sintomas

Vitamina B12

A vitamina B12 é essencial para diversas funções do corpo, incluindo a formação de glóbulos vermelhos, o funcionamento do sistema nervoso e a síntese de DNA. O exame de vitamina B12 é indicado especialmente para pessoas que apresentam sintomas sugestivos de deficiência, como fadiga persistente, fraqueza, formigamento nas extremidades, confusão mental e dificuldade de concentração. Também pode ser solicitado para monitorar a eficácia do tratamento em pessoas que estão recebendo suplementação de vitamina B12 ou que têm condições médicas que podem afetar a absorção dessa vitamina, como a doença de Crohn, anemia perniciosa ou cirurgia bariátrica

Ácido úrico

Alguns indivíduos podem ter de fazer exame para verificar o nível de ácido úrico no sangue. Em taxas elevadas (hiperuricemia), pode sugerir o acúmulo de alguns cristais que causam inflamações em articulações e tecidos. É um exame comum para auxiliar no diagnóstico de gota

Fonte: Portal R7

Saque seu FGTS juliana Ribeiro
Mais Notícias

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *