Logo dlztv oficial

EM DOIS ANOS, CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ADAMANTINA INVESTE MAIS DE R$ 8 MI EM EQUIPAMENTOS, MATERIAIS PERMANENTES E OBRAS

O investimento em melhorias contínuas na infraestrutura tem sido um dos objetivos da atual gestão do Centro Universitário de Adamantina, liderada pelo reitor Prof. Dr. Alexandre Teixeira de Souza e vice-reitor Prof. Dr. Wendel Cleber Soares, com início em julho de 2021.

Até 30 de abril de 2023, o total de investimentos em equipamentos e material permanente foi de R$ 2.836.008,87. Já as despesas em obras e instalações, nesse mesmo período, foi de R$ 5.636.374,65, cuja soma equivale a R$ 8.472.383,52. O investimento em laboratórios foi acima de R$500 mil.

Essa medida também visa tornar os câmpus universitários locais acessíveis e acolhedores à Pessoa com Deficiência (PcD), sejam elas estudantes, servidores docentes e técnico-administrativos ou pessoas da comunidade.

“Para isso vem elaborando programas e planos de ação institucionais que norteiam todas as demais ações para que nossa instituição se torne, de fato e cada dia mais, inclusiva”, aponta o relatório do segundo semestre de 2022 da Divisão Administrativa (DADM), responsável pela acessibilidade arquitetônica.

A DADM fez algumas adequações em locais específicos em 2022 para atender a necessidades urgentes, como a ampliação da abertura de portas e rampa para melhor acesso de cadeirante, aquisição de acessórios para adaptação de pessoa com nanismo, reforma de rampas próximo ao estacionamento e fechamento de espaços entre as placas de concreto da calçada exterior “para maior conforto e segurança de usuários de muletas, andadores e cadeira de rodas”.


Obras e aquisição de equipamentos e materiais de consumo

Uma obra de acessibilidade e cobertura de rampas no bloco II está em execução desde 29 de dezembro de 2022, no valor de R$ 619.313,93. No próximo semestre será licitada a reforma de salas da Clínica Odontológica.

Para o setor de informática, foram adquiridos equipamentos e materiais de consumo no valor de R$494.121,60. No bloco I do Câmpus II está em processo de abertura de licitação a contratação de empresa para rebaixamento de teto de salas, cujo investimento é estimado em R$ 211.341,68.

Em execução encontra-se a instalação de sistema de geração de energia solar fotovoltaica, tipo on-grid, no Câmpus II com investimento de R$ 3.761.100,00. Haverá também uma reestruturação completa para modernização do fornecimento de internet no Câmpus II e Câmpus III com um investimento estimado em R$ 65.000,00; revitalização da pintura de todo o Câmpus II, cuja estimativa de custos é de R$ 1.229.335,26.

Serão adquiridas 12 câmeras de vigilância para ambientes da biblioteca: salas de estudo em grupo, salas de leitura e balcão de empréstimo; renovação de contrato das bibliotecas digitais Minha Biblioteca e Biblioteca Digital Saraiva, renovação de contrato das bases de pesquisa OVID Discovery e UpToDate.

PROPPG

A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (PROPPG) adquiriu as plataformas UpToDateOvid DiscoveryScience Direct e DreamShaper para dar suporte à elaboração de projetos de pesquisa e às decisões baseadas em evidências para sistemas de saúde.

Segundo o diretor da Divisão Financeira, Ricardo Sampaio Angeli, e o encarregado do setor de Licitações, Lucas Kanevieskir Carrenho, os contratos com UpTodateOvid Discovery e ScienceDirect foram realizados em dezembro de 2021 e com a DreamShaper em julho de 2022.

A pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Prof.ª Dra. Márcia Zilioli Bellini, ressalta que a “grande conquista” se refletirá no bom desempenho acadêmico dos alunos e no incremento curricular dos professores.

“As diferentes Plataformas de Acesso à Informação Científica adquiridas pelo Centro Universitário de Adamantina nos últimos meses refletem o compromisso da atual gestão com a excelência. Desde que assumimos a PROPPG, passamos a buscar por ferramentas que ampliam o acesso a informações confiáveis e atualizadas e que impulsionam a pesquisa de nossos docentes e discentes”, avalia.

Foram adquiridos também equipamentos para aulas práticas de genética e biologia molecular (microcentrífuga de Eppendorf e cuba de eletroforese, fonte para eletroforese e transiluminador) e 25 unidades de microscópios biológicos no Laboratório de Histologia e Biologia Celular.

PROENS

Os investimentos em laboratórios de julho de 2021 até março de 2023 transformaram a sala de preparo de Anatomia do bloco II em armazenamento de produtos químicos, com quatro ambientes para separação dos produtos por classe. A sala de tanques de anatomia do bloco II foi transformada em sala do encarregado de laboratórios e armazenamento de consumíveis de laboratórios. E, no bloco II, o laboratório de Anatomia I se transformou em Laboratório Multidisciplinar da área de Saúde e Biológicas.

PROEXT

De acordo com a pró-reitora de Extensão, Prof.ª Dra. Liliana Martos Nicoletti Tóffoli, foram adquiridos um analisador automático de hematologia (contador de células) e um analisador bioquímico para o Laboratório de Análises Clínicas, localizado no Bloco IV. 

Está em tramitação com a secretaria municipal de saúde de Adamantina, o início dos atendimentos de estudantes do Centro Universitário nas unidades de saúde próximas ao Câmpus II e a instalação de software para emissão de laudos. “Temos uma demanda futura de realizar esses atendimentos na cidade de Pacaembu (SP)”, conta.

No total, segundo o encarregado de laboratórios, Flávio Roberto Navasconi, foram investidos R$505.158,33 nos laboratórios da instituição, que englobam o de Química e Bioquímica; Histopatologia; os Laboratórios de Microscopia I e II; os Laboratórios de Técnicas Dietéticas – Tecnologia de Alimentos; Farmácia-Escola; Laboratório de Análises Clínicas; Laboratório de Fisioterapia I; Laboratório de Microbiologia; Laboratório de Estética Corporal e Facial; Dbriefing II; Laboratório de Anatomia I e II, Laboratório de Habilidades I; Laboratório de Habilidades II; Laboratório de Simulação Realística I; Laboratório de Simulação Realística II; Biotério Central e Domissaneantes.

Atendimento odontológico à comunidade

Para os atendimentos do curso de Odontologia, o Centro Universitário adquiriu um equipamento odontológico móvel, instalado na Santa Casa de Adamantina destinado às pessoas com deficiência.

“Estes atendimentos são da disciplina de Pessoas com Deficiência atendidas no centro cirúrgico, pois são pacientes não colaboradores”, explica a coordenadora do curso de Odontologia, Prof.ª Dra. Lithiene Ribeiro Castilho Padula.

Em 2022 foram realizados nove atendimentos desde o dia 11 de agosto daquele ano. Até março de 2023 ocorreram dois atendimentos, com estimativa de mais 20 para este ano.

“Após a parceria com a Santa Casa e com a compra do equipamento odontológico móvel, os estudantes tiveram a oportunidade de acompanhar e realizar procedimentos a nível hospitalar (centro cirúrgico) em pacientes com deficiência não colaboradores. Nossos alunos adquirem o conhecimento da rotina de funcionamento do centro cirúrgico, das peculiaridades do ambiente e da logística, ampliando suas habilidades”, afirma.

No Lar dos Velhos de Adamantina, os estudantes do curso praticam a disciplina de Odontogeriatria, por meio do atendimento no trailer odontológico. “Esta estrutura é utilizada para a prestação de serviços em unidades assistenciais cuja locomoção de seus assistidos seja dificultosa”, relata a docente.

Área Experimental de Fitotecnia

Instalada em uma área anexa ao Bloco IV do Câmpus II, a Área Experimental de Fitotecnia é utilizada pelos cursos de Agronomia, com os projetos nas áreas de Horticultura, Fruticultura e Culturas Anuais, e de Farmácia no cultivo de plantas medicinais. O preparo dos medicamentos fitoterápicos ocorre em etapa posterior na Farmácia-Escola, localizada no bloco III.

O local abriga uma Horta Didática e Solidária para produção de hortaliças em um sistema de trabalho voluntário, realizado pelos alunos do curso de Agronomia, que são destinadas a entidades assistenciais do município. A área também conta com uma estufa agrícola, uma Unidade Demonstrativa de Produção Integrada em Fruticultura e uma Vitrine de Tecnologias para Culturas Anuais.

De acordo com o coordenador do curso, engenheiro agrônomo Prof. Dr. José Carlos Cavichioli, além do aspecto didático, por meio do aprendizado prático, a Área Experimental de Fitotecnia possibilitou a realização do trabalho voluntário com uma maior integração entre os alunos dos diferentes anos do curso e despertando a solidariedade para a população mais vulnerável: “Estamos preocupados com a formação acadêmica e ética do nosso profissional”.

Já o curso de Farmácia, atualmente coordenado pela Prof.ª Ma. Fernanda Blini Marengo Malheiros, utiliza a área para o cultivo de plantas medicinais. O projeto funciona de modo voluntário pelos alunos e, em alguns semestres, atrelados às disciplinas de Fitoquímica e Fitoterapia, Farmacobotânica e Estágio Supervisionado em Farmácia Fitoterápica.

“Em breve faremos a licitação para construção do banheiro e sala de aula experimental”, ressalta Liliana.

Fonte: FAI

Saque seu FGTS juliana Ribeiro
Mais Notícias

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EVANGELHO : (LUCAS 24,35-48):

Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, e como o tinham reconhecido ao partir o pão. Ainda estavam falando, quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: «A paz

Leia mais »

EVANGELHO: (JOÃO 6,1-15):

Depois disso, Jesus foi para o outro lado do mar da Galiléia, ou seja, de Tiberíades. Uma grande multidão o seguia, vendo os sinais que ele fazia a favor dos doentes. Jesus subiu a montanha

Leia mais »